Alta performance: cinco formas simples de aumentar a sua produtividade

por Cristina Bresser


Postado em 01 de Maio de 2015 às 21:51


Você começa o dia jurando que vai conseguir cumprir com a sua agenda e no final percebe que o placar está só piorando? Encontre aqui cinco formas de gerir o seu recurso mais escasso e usufruir o tempo como realmente deseja


Louise Moscareli

Muitas pessoas desejam melhorar o seu nível de produtividade, seja porque estão insatisfeitas com seus resultados, seja porque querem aproveitar melhor o seu tempo, com mais ou com outras atividades.

Diversos estímulos como a internet, as redes sociais, o WhatsApp e o próprio celular foram inseridos na rotina diária, associados à ideia de ganho de tempo. Por trazerem realmente inúmeros benefícios, eles invadiram a sua vida sem pedir muita licença e a interação com eles se repete diariamente, por longas horas, e você nem sente.

O problema surge quando você gerencia mal esses recursos, que te atraem pela possibilidade de resolver as coisas rapidamente e de fazer você se comunicar com qualquer pessoa, em tempo real, obtendo as respostas que precisa muito (ou nem tanto, mas que seria bom já ter), naquele momento. Você acaba perdendo o seu foco e os recursos acabam se tornando um objeto de distração desmedida e descontrolada, afetando a produtividade de forma mais negativa do que positiva.

Mas as questões que tiram o foco da produtividade não se atêm à tecnologia. O problema e a solução estão dentro de você, afinal, quem não fixa regras? Quem pode estabelecer as prioridades e os limites para se concentrar no que realmente importa?

Então esta é a hora de parar de se deixar levar (sim, você está se deixando levar ou indo direto, mesmo) pelos estímulos, e se responsabilizar pela definição do que é realmente um conceito de “aproveitar as oportunidades”, sem generalizar na acepção do que seja realmente conveniente e quando.

Com essas coisas em mente, seguem as medidas que você deve tomar, para obter ganhos na sua produtividade:

1. Estabeleça seu propósito

Quando você define com clareza, para você mesmo, o que quer e precisa fazer, as distrações não conseguirão mais se infiltrar com facilidade. Então, antes de começar cada turno, reunião, projeto, trabalho ou tarefa, tenha em mente qual é o seu propósito naquele momento.

2. Saiba diferenciar o que é importante do que é urgente

Urgente é tudo aquilo que nos interrompe abruptamente. Muitas vezes, por ter sido deixado de lado por tempo demais, acaba aparecendo com um limite de prazo esgotando, com um telefone tocando, com e-mails entrando na caixa esperando respostas.

Importante é tudo aquilo que está ligado ao seu propósito e ao que deve ser feito para que o mesmo se concretize. Por não ser urgente, acaba perdendo espaço para este e, consequentemente, seu objetivo maior vai perdendo espaço e ficando mais distante.

O urgente muitas vezes também ganha espaço porque recebe a etiqueta mental ilusória do “resolvo rapidinho e já me livro” enquanto que o importante exige mais tempo e concentração. Se à noite você reunir todas as etiquetas, vai perceber que passou o dia apagando incêndios e não fez quase nada importante, mais uma vez.

Então estabeleça algumas regras. Você deve perceber o que te rouba tempo e o que vai te levar para um outro nível, que é a realização do seu propósito. Restrinja o espaço de atendimento de questões urgentes, que em geral não servem para nada que esteja alinhado ao seu objetivo, e dedique a maior parte da sua agenda para as questões importantes.

3. Tempo é questão de prioridade

Quando você estabelece o seu propósito e define o que é realmente importante para a obtenção do mesmo, fica fácil saber e escolher onde você deve dedicar o seu tempo, pois sempre achamos tempo para o que é prioridade. O complicado é quando não definimos as reais prioridades. Então, comece a limitar quando e quanto do seu tempo será dedicado à distração.

4. Aprenda a delegar e a pedir ajuda

Delegar é uma competência e existem algumas técnicas para isso já abordadas num outro artigo nosso http://www.administradores.com.br/artigos/empreendedorismo/como-delegar-tarefas-em-tres-passos/86703/. Confira esse artigo e você encontrará mais detalhes que poderão ser muito úteis sobre o tema.

Saiba também o momento de pedir ajuda e de avisar que você quer se concentrar nas suas tarefas e não pode ser interrompido em determinado momento. Lembre-se: as pessoas não podem ler a sua mente e adivinhar as suas necessidades.

5. Acompanhe diariamente a evolução dos seus objetivos

No final do seu dia revise a sua agenda e analise se você conseguiu cumprir com o seu propósito. Verifique o que faltou e o que você irá fazer para compensar e obter os resultados que pretende. Tenha sempre bem claro o que você deseja realizar e questione se você está no caminho do seu propósito, cada vez que for fazer alguma coisa.


Deixe seu comentário


Pesquisa do Blog

Cristina Bresser

Consultoria em Carreira e Desenvolvimento Humano.